fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

AVALIAÇÃO DAS CONCENTRAÇÕES DE MATERIAL PARTICULADO TOTAL EM SUSPENSÃO EM AMBIENTES DE UMA UNIVERSIDADE PÚBLICA DA CIDADE DE SÃO CARLOS-SP

COMIN, T. T.; AGUIAR, M. L.;

Artigo:

Pesquisas sobre a qualidade do ar interno tornaram-se frequentes nas últimas décadas e os ambientes escolares são locais de grande interesse para a avaliação de material particulado total (MPT) em suspensão. Assim, este estudo objetivou avaliar as concentrações de MPT dentro de uma sala de aula na Universidade Federal de São Carlos e em ambiente aberto próximo a ela, fornecendo dados para a comparação entre estes locais e com as legislações específicas. Foi utilizado um Monitor e Amostrador de Qualidade do Ar da marca Quest, modelo EVM-7, para obter as concentrações nas seis amostragens realizadas entre setembro e novembro de 2013. Os resultados apontaram que em ambos ambientes as concentrações de MPT foram inferiores a 60 µg/m³, limite estabelecido pela Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento (ABRAVA) para interiores, estando também abaixo do proposto pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) para ambientes abertos (150 µg/m³). Verificou-se também que dentro da sala de aula as concentrações foram superiores às externas (índices I/E maiores que 1,0) e que em dias chuvosos houve redução nos níveis

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-2030-16289-145073

Referências bibliográficas
  • [1] AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA (ANVISA). RE 9: qualidade do ar ambiental interior. Brasília, 2003. 10 p. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE REFRIGERAÇÃO, AR CONDICIONADO, VENTILAÇÃO E AQUECIMENTO (ABRAVA). RN 02: sistemas de condicionamento de ar e ventilação para conforto, qualidade do ar interior. São Paulo, 2003. 18 p. BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA). RE 003. Brasília, 1990. 5 p. Área temática: Engenharia Ambiental e Tecnologias Limpas 6EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA (EMBRAPA). Dados meteorológicos. Disponível em: Andlt;http://www.cppse.embrapa.br/dados-meteorologicosAndgt;. Acesso em: 19 mar. 2014.
  • [2] GIODA, A.; AQUINO NETO, F. R. Poluição química relacionada ao ar de interiores no Brasil. Química Nova, v. 26, n. 3, p. 359-365, 2003.
  • [3] POZZA, S. A. Identificação das fontes de poluição atmosférica na cidade de São Carlos-SP. 2005. 119 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) – Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2005.
Como citar:

COMIN, T. T.; AGUIAR, M. L.; "AVALIAÇÃO DAS CONCENTRAÇÕES DE MATERIAL PARTICULADO TOTAL EM SUSPENSÃO EM AMBIENTES DE UMA UNIVERSIDADE PÚBLICA DA CIDADE DE SÃO CARLOS-SP", p. 9605-9611 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-2030-16289-145073

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações