fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

AVALIAÇÃO DA BIODECOMPOSIÇÃO DE ÓLEO BRUTO E DIESEL ATRAVÉS DA PSEUDOMONA AERUGINOSA.

CÂMARA, J. D. A.; SOUSA, M. A. S. B.; LIMA, A. M.;

Artigo:

Devido ao crescente uso de combustíveis fósseis, a contaminação do solo por hidrocarbonetos tem aumentado, provocando desequilíbrio ambiental. Esse estudo visa avaliar o potencial de biodegradabilidade do gênero Pseudomonas isoladas a partir de areia de filtro de piscina, em soluções contendo concentrações de óleo bruto e diesel. Foram utilizados microcosmos contaminados com quantidades conhecidas de óleo bruto (OB) e diesel (D), 2,50% p/p, utilizando 2,00 kg de massa de solo, para determinação de sua capacidade de biorremediação com e sem a adição de bactérias. Os dados obtidos para remoção dos contaminantes foram 45,36 % (OB) e 48,51 % (D), nos ensaios sem adição de bactérias e de 63,50 % (OB) e 75,47 % (D) nos testes com adição de bactérias. Com os dados obtidos ao longo da pesquisa, foi possível concluir que o uso do grupo Pseudomonas isolados apresentaram resultados promissores em relação a capacidade de degradação para esses contaminantes em um curto intervalo de tempo.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-0863-23156-188639

Referências bibliográficas
  • [1] FONTES, G.C.; AMARAL, P.F.F.; COELHO, M.A.Z. Produção de biossurfactante por levedura. Quim. Nova, v.31, n. 8, p.2091-2099, 2008.
  • [2] KRONEMBERGER, F.A; SANTA ANNA, L.M.M.; MENEZES, R.R.; FERNANDES, A.C.L.B.; BORGES, C.P.; FREIRE, D.M.G. Controle da Oxigenação na Produção de Biossurfactantes em Biorreator, SINAFERM, Curitiba-PR, 2007.
  • [3] MOREIRA, F. M. S.; SIQUEIRA, J. O. Microbiologia e Bioquímica do Solo. Lavras: Ed. UFLA, 2002.
  • [4] Área temática: Engenharia Ambiental e Tecnologias Limpas 8PASUMARTHI, R.; CHANDRASAKARAN, S.; MUTNURI, S. Biodegradation of crude oil by Pseudomonas aeruginosa and Escherichia fergusonii isolated from the Goan coast. Marine Pollution Bulletin, 76, 276-282, 2013.
  • [5] PEREIRA, L. T. C.; LEMOS, J. L. S. Degradação de hidrocarbonetos de petróleo por Aspergillus Niger e Penicillium Corylophilum. Disponível em: http://www.scielo.com.br/. Acesso em: out. 2013.
  • [6] ROBERT. M.; MERCADÉ, M.E.; BOSH, M.P.; PARRA, J.L.; ESPUNY, M.J.; MANRESA, M. A.; GUINEA, J. Effect of the carbon source on biosurfactant production by Pseudomonas aeruginosa 44T1. Biotechnol. Lett., v.11, n.12, p. 871-874, 1989.
  • [7] SOUZA, D. B.; BRITO, G. C. B.; VANCONCELOS, F. C. W.; BRAGA, L. C. Estudo de micro-organismos presentes em uma área contaminada por gasolina comercial. Revista de estudos ambientais, Blumenau, v. 12, n. 2, p. 38-46, 2010.
  • [8] ZANG, G.; WU, Y.; QIAN, X.; MENG, Q. Biodegradation of crude oil by Pseudomonas aeruginosa in the presence of rhamnolipids. Journal of Zhejiang University SCIENCE, Hangzhou, v.6B, n.8, p.725-730, 2005.
  • [9] ZHANG, Y.; MILLER, R. M. Effect of a Pseudomonas rhamnolipid biosurfactant on cell hydrophobicity and biodegradation of octadecane. Applied and Environmental Microbiology, 60(6): 2101–2106, 1994.
Como citar:

CÂMARA, J. D. A.; SOUSA, M. A. S. B.; LIMA, A. M.; "AVALIAÇÃO DA BIODECOMPOSIÇÃO DE ÓLEO BRUTO E DIESEL ATRAVÉS DA PSEUDOMONA AERUGINOSA.", p. 7800-7808 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-0863-23156-188639

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações