Abstract - Open Access.

Idioma principal

Atividade Antimicrobiana da Pectina do Noni (Morinda Citrifolia L.) Contra Bactérias de Origem Alimentar.

Atividade Antimicrobiana da Pectina do Noni (Morinda Citrifolia L.) Contra Bactérias de Origem Alimentar.

PEREIRA, ELAINE CRISTINA; FIGUEIREDO, EVÂNIA ALTINA TEIXEIRA DE; RICARDO, NÁGILA MARIA PONTES SILVA; SANTOS, DENILTON GARCIA; RIBEIRO, ANA CAROLINA BARBOSA; CUNHA, ARCELINA PACHECO;

Abstract:

A pectina é um polissacarídeo presente na parede celular dos vegetais, sendo constituída por unidades de ácidos D-galacturônicos. É amplamente empregada pelas indústrias alimentícias e apresenta diversas atividades biológicas como o efeito antibacteriano. Tendo em vista a necessidade de substâncias naturais com ação antimicrobiana para emprego em alimentos, a presente pesquisa objetivou extrair e avaliar a atividade antimicrobiana da pectina do noni (Morinda citrifolia L.) contra Salmonella Enteritidis IAL 1132 e Listeria monocytogenes ATCC 19115. A extração foi realizada com oxalato de amônio 0,25 %, a partir da polpa do noni maduro, na razão de 10:1 (solução extratora:massa da polpa), a 80 ºC por 2 horas sob agitação. O material extraído, após ser filtrado, foi precipitado com álcool etílico, dialisado por 5 dias e liofilizado. Determinou-se o rendimento e o grau de esterificação, através da espectroscopia de infravermelho (FTIR). Para avaliar a atividade antimicrobiana, empregou-se um método de microdiluição em caldo. Foram testadas as concentrações de 2000, 4000, 8000 e 10000 Andamp;#956;g/mL. Aos poços da microplaca, foram adicionados 120 Andamp;#956;L do caldo contendo 10Andlt;supAndgt;5Andlt;/supAndgt; UFC/mL da bactéria em estudo e 120 Andamp;#956;L da solução antimicrobiana padrão. Após o preparo das placas, fez-se a leitura da densidade óptica a 630 nm (DOAndlt;subAndgt;630Andlt;/subAndgt;) usando um leitor de absorbância ELx808IU (BioTek Instruments, Inc., USA). As microplacas foram incubadas a 35 ºC por 24 horas e, após esse período, uma nova leitura da DOAndlt;subAndgt;630Andlt;/subAndgt; foi realizada. Plaqueou-se 0,1 mL de cada poço da concentração 10000 Andamp;#956;g/mL em ágar específico para cada micro-organismo. A extração apresentou um rendimento de 11,42 %, sendo a pectina obtida de baixo grau de esterificação. Verificou-se uma inibição de 82,98 %, 67,58 %, 28,04 % e 37,52 % para L. monocytogenes, nas concentrações de 10000, 8000, 4000 e 2000 Andamp;#956;g/mL, respectivamente. Já para a S. Enteritidis, essa inibição foi de 86,17 %, 70,97 %, 29,08 % e 7,52 % nas mesmas concentrações, respectivamente. Conclui-se que a pectina do noni apresenta ação inibitória contra os patógenos estudados e que este efeito aumenta com uma maior concentração do polímero, sendo mais expressivo contra Salmonella Enteritidis. A ação bactericida não foi observada, necessitando-se, provavelmente, de maiores concentrações desse polissacarídeo, acima do valor máximo testado.

Abstract:

Palavras-chave: Atividade antimicrobiana, Noni, Pectina,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/foodsci-microal-311

Referências bibliográficas
Como citar:

PEREIRA, ELAINE CRISTINA; FIGUEIREDO, EVÂNIA ALTINA TEIXEIRA DE; RICARDO, NÁGILA MARIA PONTES SILVA; SANTOS, DENILTON GARCIA; RIBEIRO, ANA CAROLINA BARBOSA; CUNHA, ARCELINA PACHECO; "Atividade Antimicrobiana da Pectina do Noni (Morinda Citrifolia L.) Contra Bactérias de Origem Alimentar.", p. 87-88 . In: Proceedings of the XII Latin American Congress on Food Microbiology and Hygiene [=Blucher Food Science Proceedings, v.1, n.1]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2359-201X, DOI 10.5151/foodsci-microal-311

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações