Abstract - Open Access.

Idioma principal

Atividade Antifúngica de Óleos Essenciais no Controle da Infestação do Fungo Aspergillusflavuslink em Amendoim Arachishypogaeal

Atividade Antifúngica de Óleos Essenciais no Controle da Infestação do Fungo Aspergillusflavuslink em Amendoim Arachishypogaeal

Lucas, Giulliana Tornelli; Arakaki, Juliana Takemoto; Gorayeb, Teresa Cristina Casstilho; Thoméo, João Cláudio;

Abstract:

O amendoim (Arachis hypogaea L.) é uma cultura muito importante, com grande utilização na agricultura, em reforma de solo e no consumo humano como comida típica. Ainda que houvesse amplo gerenciamento de segurança dos alimentos no mundo, a contaminação do amendoim por aflatoxina não poderia ser totalmente evitada, pois esta possui grande potencial de substratos para o desenvolvimento de fungos aflatoxigênicos. Uma alternativa na substituição de fungicidas comerciais seria o uso de óleos essenciais de plantas, uma vez que possuam propriedades antimicrobianas. Este trabalho teve por objetivo avaliar a aplicação de biofungicidas provenientes de fontes vegetais para o controle da infestação do fungo Aspergillus flavus Link em vagens de amendoim para o controle da aflatoxina, visando à substituição de agrotóxicos sintéticos por alternativas mais sustentáveis. Foram aspergidos os óleos essenciais de canela (Cinnamomum zeylanicum), cravo-da-índia (Syzygium aromaticum) e capim limão (Cymbopogon citratus), adquiridos no mercado, com laudos analisados por cromatografia gasosa, utilizando aparelho Perkin Elmer Clarus®480 GC FID equipado com detector de ionização de chama, sendo analisada a concentrações dos princípios ativos eugenol e citral. Os óleos foram dissolvidos em Tween 80® nas concentrações 0, 5, 50 e 250 mg/mL preparados por meio da densidade e aspergidos nas vagens de amendoim estéreis, obtidas por aplicação de irradiação de 6 kGy pela Companhia Brasileira de Esterilização e com 0 ppb de aflatoxina, confirmado por análise pelo método de coluna de imunoafinidade (Aflatest - Vican). Em seguida, foi adicionada uma suspensão de 10Andlt;supAndgt;6Andlt;/supAndgt; esporos/mL de Aspergillus flavus Link. As amostras foram incubadas por sete dias a 25 $plusmn; 1ºC e, após esse período, foram avaliadas as inibições por contagem de unidades formadoras de colônias por gramas (UFC/g), em meio de cultura Batata – Dextrose - Agar (BDA) pelo método de Swanson. Os resultados para os teores de eugenol encontrado nos óleos foram de 69,26% para o cravo, 81,11% para a canela e para o capim limão de 72% de citral. Nas inibições os resultados demonstraram que o óleo essencial de canela apresentou inibição total (0 (zero) UFC/g) na concentração de 250 mg/mL, para o óleo de cravo não ocorreu a inibição total, na mesma concentração, porém a contagem obtida foi de 4 x 10 UFC/g e no óleo de capim cidreira a contagem foi de 1 x 10Andlt;supAndgt;2Andlt;/supAndgt;UFC/g. Pode-se observar que a efetividade dos óleos essenciais como fungicidas dependeda estrutura de cada alimentoe da sua contagem microbiológica inicial. A atividade destes compostos ativos pode ser uma ferramenta útil como método alternativo ao uso de fungicidas para o controle de doenças pós-colheita.

Abstract:

Palavras-chave: Amendoim, Aspergillus flavus, biofungicida, óleos essesciais,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/foodsci-microal-056

Referências bibliográficas
Como citar:

Lucas, Giulliana Tornelli; Arakaki, Juliana Takemoto; Gorayeb, Teresa Cristina Casstilho; Thoméo, João Cláudio; "Atividade Antifúngica de Óleos Essenciais no Controle da Infestação do Fungo Aspergillusflavuslink em Amendoim Arachishypogaeal", p. 487-488 . In: Proceedings of the XII Latin American Congress on Food Microbiology and Hygiene [=Blucher Food Science Proceedings, v.1, n.1]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2359-201X, DOI 10.5151/foodsci-microal-056

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações