Abstract - Open Access.

Idioma principal

Atividade Antifúngica de Óleos de Sementes de Frutas Frente Aos Fungos Cladosporium e Colletrotrichum

Atividade Antifúngica de Óleos de Sementes de Frutas Frente Aos Fungos Cladosporium e Colletrotrichum

SILVA, MANOEL DE JESUS MARQUES DA; SOUSA, POLIANA BRITO DE; SOUSA, ALEXANDRA BRITO DE; MENESES, BRENNDA DE SOUSA; BARBOSA, ANA CARLA RODRIGUES; BEZERRA, MARIA FERNANDA DE FREITAS;

Abstract:

A busca por produtos naturais que tem a capacidade de inibir o crescimento micelial de fitopatógenos tem se intensificado consideravelmente nos últimos anos, haja visto que os produtos de origem sintética apresentam um custo mais elevado e também agridem a saúde humana e ao meio ambiente. Fitopatógenos do gênero Colletotrichum têm sido relatados como parasitas de mais de uma centena de angiospermas. Objetivou-se com esta pesquisa verificar o efeito dos óleos obtidos de sementes de maracujá, melão, mamão e melancia, sobre o crescimento micelial de Cladoporium cladosporioides e Colletotrichum lindemuthianum. Os óleos foram obtidos das sementes dos respectivos frutos, por prensagem a frio e acondicionados em recipientes de vidro previamente higienizados. A ação fungitóxica dos respectivos óleos foi avaliada sobre a inibição do crescimento micelial dos fitopatógenos de linhagens oriundas do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Piauí-UFPI. O meio empregado foi o BDA (Agar batata dextrose) , preparado conforme determinações do fabricante. Os óleos foram adicionados ao meio ainda fundente, nas concentrações de 2; 5 e 10 mg de óleo por mL do meio de cultura. Após a solidificação do meio, um disco com micélio de 6mm foi transferido de uma cultura pura de 7 dias para as placas de petri contendo BDA. Após cinco dias de incubação a 25°C em estufa , procedeu-se a avaliação, que foi realizada através de medições diametrais nas colônias, quando o controle (BDA sem óleo), atingiu o máximo crescimento. Foi verificado que quanto maior a concentração dos oleos (2; 5 e 10) de maracujá, mamão, melão e melancia, maior foi a taxa de inibição dos fungos estudados. Quanto maior as concentrações dos oleos (2; 5 e 10) menor foi o crescimento micelial. Concluiu-se que o óleo extraído das sementes de melancia apresentou o maior potencial de inibição frente aos fungos Cladoporium cladosporioides com 94,08% e sobre o Colletotrichum lindemuthianum com 81,20%; O óleo de semente de maracujá foi o que apresentou menor potencial de inibição sobre os dois fungos com valores de 48,52% e 36,80%, respectivamente.

Abstract:

Palavras-chave: fungos, sementes, micelial,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/foodsci-microal-049

Referências bibliográficas
Como citar:

SILVA, MANOEL DE JESUS MARQUES DA; SOUSA, POLIANA BRITO DE; SOUSA, ALEXANDRA BRITO DE; MENESES, BRENNDA DE SOUSA; BARBOSA, ANA CARLA RODRIGUES; BEZERRA, MARIA FERNANDA DE FREITAS; "Atividade Antifúngica de Óleos de Sementes de Frutas Frente Aos Fungos Cladosporium e Colletrotrichum", p. 475-476 . In: Proceedings of the XII Latin American Congress on Food Microbiology and Hygiene [=Blucher Food Science Proceedings, v.1, n.1]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2359-201X, DOI 10.5151/foodsci-microal-049

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações