Artigo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

AS NECESSIDADES DOS USUÁRIOS NOS ESPAÇOS RESIDENCIAIS, NA PERCEPÇÃO DE ARQUITETOS E DESIGNERS DE INTERIORES

ARCHITECTS' AND INTERIOR DESIGNERS' PERCEPTION OF THE NEEDS OF USERS IN RESIDENTIAL SPACES

SIQUEIRA, Cecília Nunes de; COSTA FILHO, Lourival Lopes;

Artigo:

O artigo busca verificar como arquitetos e designers de interiores identificam as necessidades espaciais de seus clientes/usuários e como essas exigências são traduzidas nos projetos. Tomando a cidade de Caruaru - PE como recorte espacial, foi realizada uma pesquisa de campo exploratória, para abordar esses profissionais com entrevistas estruturadas. Os dados coletados, analisados e discutidos, de forma qualitativa, revelaram que as pesquisas sistematizadas sobre os clientes têm ficado ausentes na atuação dos profissionais abordados, e que as necessidades funcionais dessa população de usuários são privilegiadas nos seus projetos, em detrimento daquelas de ordem formais ou estética.

Artigo:

The article aims to find out how architects and interior designers identify the spatial needs of their customers and how these requirements are translated into projects. In order to do this, the city of Caruaru-PE was taken as the spatial area and exploratory field research through structured interviews was carried out amongst this segment of professionals. The data which was collected analysed and qualitatively discussed show that systematic research into customers´ needs has been missing in the work of these professionals and that the functional needs of the future users of their projects are considered more important than aesthetic considerations.

Palavras-chave: Projeto de interiores, espaços residenciais, necessidades espaciais,

Palavras-chave: Interior design, residential spaces, spatial needs,

DOI: 10.5151/15ergodesign-01-E160

Referências bibliográficas
  • [1] ALMEIDA, Maristela Moraes de. Experiência ambiental: elementos para projeto arquitetônico. In DEL RIO, Vicente; DUARTE, Cristiane Rose; RHEINGANTZ, Paulo Afonso. (Orgs.). Projeto do lugar: colaboração entre psicologia, arquitetura e urbanismo. Rio de Janeiro: Contra Capa Livraria / PROARQ, 2002. P. 73-78.
  • [2] BINS ELY, Vera Helena Moro. Ergonomia + Arquitetura: buscando um melhor desempenho do ambiente físico. In MORAES, Anamaria de; AMADO, Giuseppe. (Orgs.). Coletânea de palestras de convidados internacionais e nacionais: Ergodesign e USIHC. Rio de Janeiro: FAPERJ / iUsEr, 2004. P. 167 – 174.
  • [3] COSTA FILHO, Lourival Lopes; MARTINS, Laura Bezerra. Recomendação de uma sistemática de coleta de dados dos usuários para o desenvolvimento de projetos de interiores, In 1º Encontro Nacional de Ergonomia do Ambiente Construído 2º Seminário Nacional de Acessibilidade Integral, 2007. Recife Anais... Recife: ENEAC, 2007.
  • [4] COSTA FILHO, Lourival Lopes. Discussões sobre a definição dimensional em apartamentos: Contribuição à ergonomia do ambiente construído. 2005 150f. Dissertação (Mestrado em Design- Universidade Federal de Pernambuco), Recife. 2005.
  • [5] ELALI, G. A. Psicologia ambiental para arquitetos: Uma experiência didática na UFRN. In DEL RIO, Vicente; DUARTE, Cristiane Rose; RHEINGANTZ, Paulo Afonso. (Orgs.). Projeto do lugar: colaboração entre psicologia, arquitetura e urbanismo. Rio de Janeiro: Contra Capa Livraria / PROARQ, 2002. P. 65-71.
  • [6] LÖBACH, Bernd. Design industrial: Bases para a configuração dos produtos industriais; tradução Freddy Van Camp. São Paulo: Blucher, 2001.
  • [7] MALARD, Maria Lúcia. Brazilian low-cost housing: interactions and conflicts between residents and dwellings. 1992. Ph.D Thesis. University of Sheffield, Sheffield: 1992.
  • [8] MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Técnicas de Pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisas, elaboração, analise e interpretação de dados. 6ª Ed. São Paulo: Atlas, 2007.
  • [9] OLIVEIRA, Gilberto; MONT’ALVÃO, Cláudia. Método e metodologia projetual: o que dizem os profissionais de design de interiores e arquitetos sobre o processo? In MONT’ALVÃO, Cláudia; VILLAROUCO, Vilma. (Orgs.). Um novo olhar sobre o projeto: a ergonomia no ambiente construído. Recife: Editora UFPE, 2014. P. 49 – 66.
  • [10] RIBEIRO, Cláudia Regina Vial. A dimensão simbólica da arquitetura: parâmetros intangíveis do espaço concreto. Belo Horizonte: C/ARTE, 2003.
  • [11] SILVA, Elvan. Uma Introdução ao Projeto Arquitetônico. 2. ed. Porto Alegre: Ed. da Universidade/UFRGS, 1998.
  • [12] VILLAROUCO, Vilma. Tratando de ambientes ergonomicamente adequados: seriam ergoambientes? In MONT’ALVÃO, Cláudia; VILLAROUCO, Vilma. (Orgs.). Um novo olhar sobre o projeto: a ergonomia no ambiente construído. Teresópolis: 2AB, 2011. P. 25 – 46.
Como citar:

SIQUEIRA, Cecília Nunes de; COSTA FILHO, Lourival Lopes; "AS NECESSIDADES DOS USUÁRIOS NOS ESPAÇOS RESIDENCIAIS, NA PERCEPÇÃO DE ARQUITETOS E DESIGNERS DE INTERIORES", p. 1-9 . In: Anais do 15º Ergodesign & Usihc [=Blucher Design Proceedings, vol. 2, num. 1]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/15ergodesign-01-E160

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações