Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

APLICAÇÃO DO PROCESSO DE SEPARAÇÃO POR MEMBRANA PARA PRODUÇÃO DE CHÁ VERDE CLARIFICADO E CONCENTRADO

SOUSA, LARISSA DOS SANTOS; CARMO, TACIANA SOARES DO; PINHEIRO, TAIS MAGALHÃES ABRANTES; FALLEIROS, LARISSA NAYHARA; CARDOSO, VICELMA LUIZ; REIS, MIRIA HESPANHOL MIRANDA;

Artigo Completo:

Os bioativos presentes no chá verde são muito estudados por apresentarem propriedades antioxidandes que são capazes de prevenir algumas doenças. Além desses compostos, conhecidos como catequinas, existem outros compostos como proteínas, aminoácidos e açúcares que são responsáveis pelo aroma e pelas características do chá verde. A remoção desses sólidos que se encontram solubilizados, é de grande importância para garantir a estabilidade do chá verde que será ingerido. Com o intuito de concentrar e extrair as catequinas, faz-se necessário utilizar algum processo de separação. Dessa forma, o objetivo deste trabalho é avaliar o processo de separação por membranas para clarificar (reduzir os sólidos solúveis) e concentrar (as catequinas) o chá verde. Foram avaliadas diferentes temperaturas de infusão para extração das catequinas e os resultados mostraram que na temperatura de 75°C foi obtida a maior concentração, que foi de 1612,80 mg/L. Das três membranas utilizadas no processo de microfiltração, aquela que se mostrou mais eficiente foi a de porosidade igual a 0,22 μm uma vez que no permeado houve uma concentração das catequinas de 80,70% e redução dos sólidos totais de 20,95%. Desta forma, tem-se que o processo de separação por membranas é eficiente na clarificação e concentração do chá verde.

Artigo Completo:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/ENEMP2015-PS-421

Referências bibliográficas
  • [1] BARBOSA, I. L. Avaliação de Processos de Separação por Membranas para Geração de Águas de Reúso em um Centro Comercial. 2009. 124p. Dissertação (Mestrado em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2009.
  • [2] CARNEIRO, L. C., GOMES, F. S., FURTADO, A. A. L., CABRAL, L. M. C. Esterilização de Suco de Abacaxi por Microfiltração. Embrapa, v.39, p.1-6, 2000.
  • [3] CHANDINI, S. K., RAO, L. J., SUBRAMANIAN, R. Membrane Clarification of Black Tea Extracts. Food Bioprocess Technology, v. 6, p.1926-1943, 201
  • [4] HABERT, A. C., BORGES, C. P., NOBREGA, R. Processos de Separação por Membranas. Brasil. E-papers. 2006.
  • [5] JIANG, H., ENGELHARDT, U. H., THRÄNE, C., MAIWALD, B., STARK, J. Determination of Flavonol Glycosides in Green Tea, Oolong Tea And Black Tea by UHPLC Compared to HPLC. Food Chemistry, v.183, p.30-35, 201
  • [6] KAWAKATSU, T., KOBAYASHI, T., SANO, Y., NAKAJIMA, M. Clarification of Green Tea by Microfiltratio and Ultrafiltration. Bioscience Biotechnology and Biochemistry, v.59, p.1016-1020, 1995.
  • [7] KUMAR, A., THAKUR, B.K., DE, S. Selective Extraction of (−)Epigallocatechin Gallate from Green Tea Leaves Using Two-Stage Infusion Coupled with Membrane Separation. Food Bioprocess Technol, v.5, p.2568-2577, 2012.
  • [8] LEE, J. E., LEE, B. J., CHUNG, J. O., KIM, H. N., KIM, E. H., JUNG, S. Metabolomic Unveiling of a Diverse Range of Green Tea (Camellia Sinensis) Metabolites Dependent on Geography. Food Chemistry, v.174, p.452-459, 2015.
  • [9] NAGAO, T., HASE, T., TOKIMITSU, I. A Green Tea Extract High in Catechins Reduces Body Fat and Cardiovascular Risks in Humans. Obesity, v.15, p.1473-1483, 2007
  • [10] TEREFE, N. S., DELON, A., BUCKOW, R., VERSTEEG C. Blueberry Polyphenol Oxidase: Characterization and the Kinetics of Thermal and High Pressure Activation and Inactivation. Food Chemistry, v.188, p.193-200, 2015.
Como citar:

SOUSA, LARISSA DOS SANTOS; CARMO, TACIANA SOARES DO; PINHEIRO, TAIS MAGALHÃES ABRANTES; FALLEIROS, LARISSA NAYHARA; CARDOSO, VICELMA LUIZ; REIS, MIRIA HESPANHOL MIRANDA; "APLICAÇÃO DO PROCESSO DE SEPARAÇÃO POR MEMBRANA PARA PRODUÇÃO DE CHÁ VERDE CLARIFICADO E CONCENTRADO", p. 868-873 . In: In Anais do XXXVII Congresso Brasileiro de Sistemas Particulados - ENEMP 2015 [=Blucher Engineering Proceedings]. São Paulo: Blucher, 2015. . São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/ENEMP2015-PS-421

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações