Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

APLICAÇÃO DO ÓLEO ESSENCIAL DE CANELA EM VAGENS DE AMENDOIM COM SECAGEM CONVECTIVA E ARMAZENAMENTO

GORAYEB, TERESA CRISTINA CASTILHO; LUCAS, GIULLIANA TORNELLI; TAKEMOTO, JULIANA ARAKAKI; NISHIYAMA, YARA PAULA DE OLIVEIRA; THOMÉO, JOÃO CLÁUDIO;

Artigo Completo:

O presente trabalho tem por objetivo avaliar a eficiência da aplicação do óleo essencial de canela contra a infestação fúngica e a produção de aflatoxina em vagens de amendoim, seguido de secagem convectiva e posterior armazenamento em condições ambientais controladas. Foi aplicado o óleo essencial de canela nas vagens de amendoim com contaminação de origem, que foram secas em monocamada e camada espessa a 40 ºC e armazenadas em umidade e temperatura controladas. Na secagem em monocamada e armazenamento por 30 dias, as inibições da contaminação fúngica diminuíram nas concentrações de óleo de 50 e 250 mg.mL-1 e a aflatoxina total não foi detectada nas vagens impregnadas por óleo na umidade relativa de 75,3% e 25oC. Nos resultados obtidos das inibições nas vagens armazenadas após a secagem em camada espessa na ausência do óleo de canela, a contaminação fúngica se manteve alta, assim como a de aflatoxina, porém não foram detectadas contaminações fúngica e de aflatoxina nas vagens impregnadas com o óleo na concentração de 50 e 250 mg.mL-1 por 30 dias, nas umidades relativa do ambiente de 75,3% e 90,3%; mas em 60 dias e em 90 dias ocorreram contaminações altas de aflatoxina somente no ambiente com umidade de 90,3%. Apesar da boa inibição propiciada pelo óleo essencial de canela aplicado em vagens de amendoim com a microbiota de origem, como as concentrações necessárias foram elevadas, o custo foi elevado e ocorreu um forte odor nas vagens.

Artigo Completo:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/ENEMP2015-SE-568

Referências bibliográficas
  • [1] ABAD, A.; FERNÁNDEZ-MOLINA, J. V.; BIKANDI, J.; RAMÍREZ, A., MARGARETO, J.; SENDINO, J.; HERNANDO, F. L.; PONTÓN, J.; GARAIZAR, J.; REMENTERIA, A. What makes Aspergillus fumigatus a successful pathogen? Genes and molecules involved in invasive aspergillosis. Revista Iberoamericana de Micologia, Barcelona, v. 27, n. 4, p.155–182, 2010.
  • [2] AMAIKE S.; KELLER N. P. Aspergillus flavus. Annual Review of Phytopathology. Paolo Alto, v. 49, p. 107–33, 2011.
  • [3] ARAUJO, W. D.; GONELI A. L. D.; SOUZA C. M. A.; GONÇALVES A. A.; VILHASANTI H. C. B. Propriedades físicas dos grãos de amendoim durante a secagem. R. Bras. Eng. Agríc. Ambiental, Campina Grande, v.18, n.3, p.279–286, 2014. ASSOCIATION OF OFFICIAL AGRICULTURAL CHEMISTS INTERNATIONAL (AOAC). AOAC official method 991.31: aflatoxins in corn, raw peanuts and peanut butter: immunoaffinity column (aflatest) method. Washington, DC, p. 49.2.18, 2000.
  • [4] BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução RDC nº 172, de 04 de julho de 2003. Poder Executivo, de 07 de julho de 2003. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 7 jul. 2003. Seção 1. Disponível em: Andlt;http://portal.anvisa.gov.brAndgt;. Acesso em: 11 set. 2012.
  • [5] CARMO, E. S.; LIMA, E. O.; SOUZA, E. L.; SOUSA, F. B. Effect of Cinnamomum zeylanicum Blume essential oil on the growth and Morphogenesis of some potentially pathogenic Aspergillus species. Brazilian Journal of Microbiology, São Paulo, v. 39, p. 91-97, 2008.
  • [6] EMBRAPA. MANUAL de Boas Práticas Agrícolas e Sistema APPCC. Brasilia, 2004. 101 p. (Série: Qualidade e Segurança dos Alimentos).
  • [7] GORAYEB, T.C.C., CASCIATORI, F.P., DEL BIANCHI, V.L.; THOMEO, J.C. HACCP plan proposal for a typical Brazilian peanut processing company. Food Control, Guildford, v. 20, p. 671–676, 2009.
  • [8] GOY, R. C.; BRITTO, D.; ASSIS, O. B. G. A Review of the Antimicrobial Activity of Chitosan. Polímeros: Ciência e Tecnologia, São Carlos, v. 19, n 3, p. 241-247, 2009.
  • [9] INSTITUTO ADOLFO LUTZ (IAL). Métodos químicos e físicos para análise de alimentos. Normas analíticas do Instituto Adolfo Lutz. 3. ed. São Paulo: IMESP, 2008. v. 1, p. 98-9
  • [10] JABOTICABAL – SP. [Mountain View]: Google, c2015. Disponível em: Andlt;https://www.google.com.br/maps/place/Jaboticabal+-+SPAndgt;. Acesso em: 30 mar. 2015.
  • [11] PAGE, C. Factors Influencing the Maximum Rate of Drying Shelled Corn in Layers. West Lafayette, MSc Thesis, Purdue University. 1949.
  • [12] RESNIK, S. L.; CHERIFE, J. Proposed theoretical water activity values at various temperatures for selected solutions to be used as reference sources in the range of microbial growth. Journal of Food Protection, Des Moines, v. 51, n. 5, p. 419-423, May 1988.
  • [13] SWANSON, K. M.; BUSTA, F. F.; PETTERSON, E. H.; JOHNSON, M. G. Colony count methods. In: VANDEZANT, C.; SPLITTOESSER, D. S. (Ed.). Compendium of methods for the microbiological examination of foods. New York: American Public Health Association, 1992.
  • [14] TRIPATHI, N. N.; KUMAR, N. Putranjiva roxburghii oil: a potential herbal preservative for peanuts during storage. Journal of Stored Products Research, Oxford, v. 43, n., p. 435- 442, 2007.
  • [15] VIEGAS, E. C.; SOARES, A.; CARMO, M. G. F.; ROSSETTO, C. A. V. Toxicidade de óleos essenciais de alho e casca de canela contra fungos do grupo Aspergillus flavus. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 23, n. 4, p. 915-919, out./dez. 2005.
Como citar:

GORAYEB, TERESA CRISTINA CASTILHO; LUCAS, GIULLIANA TORNELLI; TAKEMOTO, JULIANA ARAKAKI; NISHIYAMA, YARA PAULA DE OLIVEIRA; THOMÉO, JOÃO CLÁUDIO; "APLICAÇÃO DO ÓLEO ESSENCIAL DE CANELA EM VAGENS DE AMENDOIM COM SECAGEM CONVECTIVA E ARMAZENAMENTO", p. 1676-1684 . In: In Anais do XXXVII Congresso Brasileiro de Sistemas Particulados - ENEMP 2015 [=Blucher Engineering Proceedings]. São Paulo: Blucher, 2015. . São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/ENEMP2015-SE-568

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações