Abstract - Open Access.

Idioma principal

Análise do Perfil de Resistência Aos Beta-Lactâmicos em Escherichia Coli Isolada de Carcaças de Frango de Granja e “Caipira”

Análise do Perfil de Resistência Aos Beta-Lactâmicos em Escherichia Coli Isolada de Carcaças de Frango de Granja e “Caipira”

Koga, Vanessa Lumi; Rodrigues, Gabriela Regina; Cyoia, Paula Signolfi; Nakazato, Gerson; Vespero, Eliana Carolina; Brito, Benito Guimarães de; Brito, Kelly Cristina Tagliari de; Kobayashi, Renata Katsuko Takayama;

Abstract:

O aumento de bactérias resistentes aos antimicrobianos tem sido umas das principais preocupações na saúde humana, e vem se tornando também um problema para a medicina veterinária. Os antimicrobianos são usados na produção animal para prevenir ou tratar infecções bacterianas. No entanto, muitas vezes, os antimicrobianos são adicionados à alimentação de animais, como na avicultura, como promotores de crescimento. A presença de resistência aos antimicrobianos em alimentos de origem animal tem sido preocupante, pois as bactérias isoladas podem ser reservatórios de genes de resistência e virulência, tendo um papel importante na disseminação destas resistências às bactérias patogênicas e comensais humanas. Neste trabalho, 121 amostras de Escherichia coli foram isoladas de um total de 35 carcaças de frango, comercializadas em supermercados (frangos de granja), e 35 amostras de E. coli de um total de 15 carcaças de frango, originadas da agricultura familiar (frangos caipira). Foi realizado o antibiograma para os seguintes antimicrobianos: ampicilina, amoxicilina-ácido clavulânico, cefazolin, cefoxitina, ceftazidima e cefotaxima. As amostras resistentes às cefalosporinas de 3ª geração, foram utilizadas para o teste fenotípico de detecção de betalactamases de espectro estendido (ESBL), por meio do teste de aproximação de discos e pelo teste do disco combinado. Nossos resultados mostraram que a resistência aos beta-lactâmicos em amostras isoladas de frango caipira é praticamente ausente, apresentando apenas 20% das amostras resistentes a ampicilina e 2,86% para cefazolin. Já para as amostras isoladas de frango de granja, há uma alta prevalência de resistência para ampicilina (66,94%), cefazolin (48,76%) e cefotaxima (31,4%), sendo 32,23% dessas amostras positivas para o teste fenotípica de detecção de ESBL, diferentemente das amostras isoladas de frango caipira, que não apresentaram essa enzima. Visto que muitos estudos têm discutido a respeito do risco de transferência genética entre isolados aviários e humanos, a presença de ESBL em amostras isoladas de carcaças de frango se mostra um perigo para a saúde humana, sendo esta enzima uma das grandes causas de falha terapêutica em tratamentos de infecções bacterianas.

Abstract:

Palavras-chave: Escherichia coli, resistência, ESBL,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/foodsci-microal-317

Referências bibliográficas
Como citar:

Koga, Vanessa Lumi; Rodrigues, Gabriela Regina; Cyoia, Paula Signolfi; Nakazato, Gerson; Vespero, Eliana Carolina; Brito, Benito Guimarães de; Brito, Kelly Cristina Tagliari de; Kobayashi, Renata Katsuko Takayama; "Análise do Perfil de Resistência Aos Beta-Lactâmicos em Escherichia Coli Isolada de Carcaças de Frango de Granja e “Caipira”", p. 99-100 . In: Proceedings of the XII Latin American Congress on Food Microbiology and Hygiene [=Blucher Food Science Proceedings, v.1, n.1]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2359-201X, DOI 10.5151/foodsci-microal-317

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações