setembro 2015 vol. 2 num. 1 - VI Encontro Científico de Física Aplicada

Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

Análise de corrosão de ligas de prata para uso em joalheria

Pessin, L.; Costa, K.C; Orlando, M. T. D.; Neves, J.S.; Depianti, J.B.;

Artigo Completo:

Nesse trabalho foram confeccionadas ligas a partir da prata recuperada de filmes radiográficos para a aplicação na joalheria. Os elementos adicionados a prata foram escolhidos com base nas suas propriedades físico-químicas de modo a obter uma liga com dureza, maleabilidade, brilho metálico, ductibilidadde e sectibilidade, para o fim que se destinam, foram eles Cu, Zn e Al. Levamos ainda em consideração o preço e disponibilidade desses elementos no mercado. As ligas foram obtidas por fundição dos elementos metálicos. A composição real das ligas foi obtida por fluorescência de raios X. A taxa de corrosão não pode ser determinada a partir da perda de massa medida em ensaios estáticos devido a ineficiência do método de limpeza das amostras após os testes. Por isso a corrosão dessas ligas foi investigada a partir de uma inspeção visual da mesma após seu uso durante 5 meses. Após esse período as ligas não apresentaram nenhum sinal de corrosão. Quando comparadas com as ligas de prata comerciais utilizadas na joalheria, as desenvolvidas nesse estudo apresentaram boa resistência a corrosão e podem ser empregadas na confecção de joias.

Artigo Completo:

In this work we made alloys of silver recovered from radiographic films for application in jewelry. The elements added to silver were chosen based on their physicochemical properties to obtain an alloy having hardness, malleability, metallic luster, ductibilidadde and sectibilidade for the purpose intended, they were Cu, Zn and Al. We take into account the price and availability of these elements in the market. The alloys are obtained by melting of metallic elements. The real composition of the alloys was obtained by X-ray fluorescence. The corrosion rate can´t be determined from the weight loss measured in static tests because of the inefficiency of the cleaning method of the samples after the tests. Therefore the corrosion of these alloys was investigated from a visual inspection after a continuous use for 5 months. After this period the alloys showed no sign of corrosion. When compared to commercial silver alloys used in jewelry, the alloys developed in this study had good corrosion resistance and can be used to make jewelry.

Palavras-chave: ligas de prata. corrosão. joalheria., silver alloy.corrosion. jewelry.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/phypro-vi-efa-011

Referências bibliográficas
  • [1] Kliauga, Andréa Madeira; Ferrante, Maurício. Metalurgia básica para ourives e designers – do metal à joia. São Paulo: Ed Blucher, 2009.
  • [2] BARRIENTOS ROJAS, C. E. Reciclagem de Sucata de Joias para a Recuperação Hidrometalúrgica de Ouro e Prata. Dissertação (Mestrado em Engenharia Metalúrgica e de Minas) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia Metalúrgica e de Minas da Universidade Federal de Minas Gerais, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2009.
  • [3] GENTIL, V. Corrosão, 3ª ed. Rio de janeiro: LTC- Livros Técnicos e Científicos Editora S.A,1996.
  • [4] NEVES, J. S. das. Separação da prata das chapas de raios X e sua utilização na confecção de joias. Anais da Jornada de Iniciação Científica da UFES. Volume 5, Vitória: PRPPG, 2014
  • [5] VIEIRA, M. R. S. Avaliação de Ensaios Simulativos de Corrosão e Biocorrosão em Sistemas Estático e Dinâmico de Revestimentos Aplicados em Aço Carbono. 2008. Dissertação (Mestrado em Eng. Mecânica) – programa de pós graduação em Eng. Mecânica, Universidade Federal De Pernambuco, Recife, 2008
  • [6] NORMA ASTM G1-03: Standard Practice for Preparing, Cleaning, and Evaluating Corrosion Test Specimens.
Como citar:

Pessin, L.; Costa, K.C; Orlando, M. T. D.; Neves, J.S.; Depianti, J.B.; "Análise de corrosão de ligas de prata para uso em joalheria", p. 45-48 . In: Anais do VI Encontro Científico de Física Aplicada [=Blucher Physics Proceedings, v.2, n.1].. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2358-2359, DOI 10.5151/phypro-vi-efa-011

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações