dezembro 2014 vol. 1 num. 5 - II Congresso Brasileiro de Medicina Hospitalar

Resumo - Open Access.

Idioma principal

Análise De Coeficiente De Infecção Associada Ao Uso De Cateter Vascular Central (CVC) Em Hospital Universitário.

Butzke, M.; Butzke, M.; Butzke, B.L.; Jimenez, L.F.; Marimon, M.M.; Toralles, E.K.;

Resumo:

Os CVC são utilizados para monitorização hemodinâmica, bem como para administração de medicamentos, eletrólitos e fluidos. Eles são responsáveis por grande parte das infecções sanguíneas, as quais são o evento adverso mais relacionado ao uso de cateteres, sendo que destas, 10 a 20% são de infecção local e 5 a 9% resultam em bacteremia. A maior parte das infecções está relacionada ao uso de cateter central, principalmente em unidades de terapia intensiva, sendo responsável por excesso de mortalidade, por maior tempo de internação e por aumentos no seu custo. As complicações infecciosas podem ser locais ou sistêmicas, como infecção do local de inserção, tromboflebite séptica, infecção da corrente sanguínea, endocardite e outras infecções metastáticas como abscesso pulmonar e osteomielite. Método: Foram utilizados dados do Sistema de Informações Gerenciais de um hospital universitário de Porto Alegre para cálculo da prevalência de infecção relacionada ao uso de CVC. O coeficiente foi calculado a partir da soma do número de infecções associadas ao CVC em relação ao número de dias de uso do mesmo, multiplicado por 1000. Resultados: A média de infecções relacionadas ao uso do CVC nos 10 anos analisados (2005 a 2014) foi de 3,59. Neste período, houve uma redução absoluta de 84,7%, com pequenas oscilações, apresentando pequeno aumento na transição de 2008 para 2009, de 2009 para 2010 e de 2013 para 2014. Em 2005, a taxa foi de 5,89 e recuou para 0,9 em 2014, o menor valor registrado foi o de 2013, que foi de 0,79. Conclusão: Pode-se perceber, através dos dados analisados, contínua regressão do coeficiente em estudo ao longo dos últimos anos, o que pode dever-se à melhoria das condições relacionadas à prevenção de infecção hospitalar de uma maneira geral, como a educação e orientação dos profissionais da saúde. No caso específico do uso de cateteres vasculares centrais os principais fatores de risco são o tempo prolongado de uso, extremos de idade e local de inserção do cateter.

Resumo:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/medpro-II-cbmh-045

Referências bibliográficas
Como citar:

Butzke, M.; Butzke, M.; Butzke, B.L.; Jimenez, L.F.; Marimon, M.M.; Toralles, E.K.; "Análise De Coeficiente De Infecção Associada Ao Uso De Cateter Vascular Central (CVC) Em Hospital Universitário.", p. 50 . In: . São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2357-7282, DOI 10.5151/medpro-II-cbmh-045

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações