Artigo - Open Access.

Idioma principal

ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS USUÁRIOS SOBRE A UTILIZAÇÃO DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA EM UMA EMPRESA DO SETOR DE MINERAÇÃO

Martins, Gleidison Mendes; Barbosa, Rafael Diego; Bittencout, Fabricio Roulin; Neves, Patrícia Carla de Brito; Silva, Thaís Cotta Barbosa da;

Artigo:

Os Sistemas de Informações Geográficas (SIG) possuem funcionalidades que permitem visualizar, elaborar, gerenciar e analisar dados geográficos para o estudo de cenários. Nesse contexto insere-se o objetivo desta pesquisa cuja proposta foi analisar a percepção dos usuários de uma empresa do ramo de mineração acerca da qualidade e do uso de um SIG. Para a realização deste estudo, utilizou-se uma abordagem qualitativa do tipo descritiva e, como método, pesquisa de campo. O universo foi composto pelas organizações atuantes que utilizam o SIG região de Itabira/MG. A amostra compreendeu oito colaboradores de uma organização que são usuários de um SIG e o critério de amostragem escolhido foi não probabilística por acessibilidade. A coleta de dados deu-se por meio de entrevistas semiestruturadas e o tratamento dos dados através da análise de conteúdo. Evidenciou-se, de acordo com os questionários, que o software Arcview possui uma integração amigável com os demais softwares da empresa e que treinamentos são fundamentais para os usuários. As informações devem estar sempre atualizadas para que não haja o risco em se trabalhar com dados obsoletos, garantindo que o banco de dados esteja sempre atualizado, confiável e centralizado. As características positivas do sistema foram descritas pelos usuários, que apontaram várias e consideraram como vitais para a evolução da utilização e eficiência do software e seus resultados. As características negativas do sistema foram descritas pelos usuários, que também listaram alguns pontos críticos e que influenciam nos resultados gerados pela utilização do SIG. De acordo com o objetivo geral desta monografia, que foi de analisar a percepção dos usuários de uma empresa de mineração acerca do uso de um SIG, foi possível concluir que os usuários conhecem o SIG da empresa de mineração pesquisada e o consideram como uma ferramenta essencial para o ambiente de processos no qual está empregado. Comprovou-se que o SIG tem inúmeras vantagens, como base de dados confiável e íntegra, que deixam clara sua importância no ambiente estudado e sua contribuição para que as decisões e ações tomadas possam ser embasadas em informações confiáveis e sólidas.

Artigo:

The Geographic Information Systems (GIS) have features that allow you to view, prepare, manage and analyze spatial data for the study of scenarios. This scenario is it the objective of this research was to analyze the proposal for which the users'' perception of a company in the mining sector on the quality and use of GIS. For this study, we used a qualitative descriptive approach and, as a method, field research. The universe was composed of the active organizations that use GIS region Itabira / MG. The sample comprised eight employees of an organization who are users of a GIS and the criterion chosen was non-probability sampling accessibility. Data collection occurred through semi-structured interviews and processing of data by content analysis. Showed up, according to the questionnaires, Arcview software has a user friendly integration with other enterprise software and training are essential for users.The information must be constantly updated so there is no risk in working with obsolete data, ensuring that the database is always up to date, reliable and centralized. The positive features of the system were described by users, which gave various and considered as vital to the utilization and efficiency of the software and its results. The negative features of the system were described by users, which also list some critical points, which influence the results generated by the use of GIS. According to the general objective of this monograph, which was to analyze the users'' perception of a mining company about the use of a GIS, we conclude that the users know the GIS mining company researched and considered as an essential tool for the environment in which processes are employed. It was proved that GIS has many advantages, like reliable database and full, that make clear its importance in the studied environment and its contribution to the decisions and actions taken are based on solid reliable and solid information.

Palavras-chave: Sistemas de Informações Geográficas, Qualidade, Empresa de mineração, Geographic Information Systems,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/marine-spolm2014-127122

Referências bibliográficas
  • [1] APPOLINÁRIO, Fabio. Metodologia da Ciência: filosofia e prática da pesquisa. São Paulo: Cengage Learning, 2009.
  • [2] BEZERRA, Tárcio R. Bouncer - Uma Solução Distribuída para Controle de Licenças de Software, Dissertação de Mestrado, COPIN/DSC/UFPB - Campus II, dezembro de 1996.
  • [3] BURROUGH, P. A. Principles of Geographical Information Systems: Methods and Requirements for Lauduse Planning. Clarendon: Oxford. 1986.
  • [4] CALAZANS, P.M.P. Geoprocessamento Aplicado à Pesquisa Mineral. 2000. 31p. Monografia (Especialização em Geoprocessamento) - UFMG, Belo Horizonte. 2000. Disponível em: Andlt;http://dominiopublico.gov.brAndgt;. Acesso em: 02 fev. 201
  • [5] CALAZANS, P.M.P.; DOMINGUES, A. L. Implantação e funcionalidades de um sistema de informação geográfica mineral na Companhia Vale do Rio Doce – CVRD. In: XIII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 21-26 abril, 2007. Anais... Florianópolis, INPE, p. 1979-1986.
  • [6] CÂMARA, Gilberto. Sistemas de Informação geográfica para aplicações ambientais e cadastrais: Uma visão Geral. Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE, 1999. Disponível em: Andlt;www.dpi.inpe.br/geopro/trabalhos/analise.pdfAndgt;. Acesso em: 03 mar. 2013.
  • [7] CÂMARA, G. ; QUEIROZ, G. R. Arquitetura de Sistemas de Informação Geográfica. São José dos Campos, INPE, 2004.
  • [8] CÂMARA Neto, G. Modelos, linguagens e arquiteturas para banco de dados geográficos. (Preliminar da Tese de Doutorado). Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, 1995.
  • [9] COWEN, D. J. GIS versus CAD versus DBMS: what are the differences, Photogrammetric Engineering and Remote Sensing, 54 (11):1551-1554, 1988.
  • [10] DAVIS, Clodoveu; FONSECA, Frederico. Introdução aos Sistemas de Informações Geográficas. Belo Horizonte: Prodabel, 2001.
  • [11] DEVINE, H. A. e FIELD, R. C.The Gist of GIS. Journal of Forestry. August: 1986.
  • [12] ESRI Environmental Systems Research Institute Inc. Object Modelling and Geodatabases. ArcInfo 8.0 Pre-Release: 2000.
  • [13] JUNG, Carlos Fernando. Metodologia para Pesquisa Andamp; Desenvolvimento. Rio de Janeiro: Axcel Books do Brasil, 2004.
  • [14] KORTH, Henry F.; SILBERSCHATZ Abraham. Sistema de Banco de Dados. 2. ed. São Paulo: Mcgraw-hill, 1994.
  • [15] MCGEE, James; PRUSAK Laurence. Gerenciamento estratégico da Informação: aumente a competitividade e eficiência de sua empresa utilizando a informação como uma ferramenta estratégica. Rio de Janeiro: Elsevier, 1994.
  • [16] MIRANDA, José Iguelmar. Fundamentos de Sistemas de Informação Geográficas. 1. ed. Brasília: Embrapa Informação Tecnológica, 2005.
  • [17] O’BRIEN, James A. Sistemas de Informação e as decisões gerenciais na era da internet. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2004.
  • [18] OSSES, J. R. Arquiteturas cliente-servidor para disseminação de dados geográficos. (Dissertação de Mestrado do Curso de Computação Aplicada) - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, São José dos Campos, 2000, Disponível em: Andlt;http://www.dpi.inpe.br/teses/jroberto/tesejro.pdfAndgt; Acesso em 31 ago. 2013.
  • [19] ROCHA, Cézar Henrique Barra. Geoprocessamento: Tecnologia Transdisciplinar, Juiz de Fora, MG: Ed. Do Autor, 2000.
  • [20] SILVA, Reginaldo Macedônio da. Introdução ao Geoprocessamento: Conceitos, técnicas e aplicações. Novo Hamburgo: Feevale, 2007.
  • [21] STAIR, Ralph M.. Princípios de sistemas de informação: Uma abordagem gerencial. 2.ed.São Paulo: LTC, 1998.
  • [22] TURBAN, Efraim; R. Kelly Rainer Jr.; Richard E. Plotter. Administração de tecnologia da informação. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003.
  • [23] WAZLAWICK, Raul Sidnei. Engenharia de software: conceitos e práticas. Rio de Janeiro: Elsevier, 2013.
Como citar:

Martins, Gleidison Mendes; Barbosa, Rafael Diego; Bittencout, Fabricio Roulin; Neves, Patrícia Carla de Brito; Silva, Thaís Cotta Barbosa da; "ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS USUÁRIOS SOBRE A UTILIZAÇÃO DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA EM UMA EMPRESA DO SETOR DE MINERAÇÃO", p. 746-758 . In: In Anais do XVII Simpósio de Pesquisa Operacional e Logística da Marinha - SPOLM 2014 [=Blucher Engineering Proceedings, n.1, v.1]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2358-5498, DOI 10.5151/marine-spolm2014-127122

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações