Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

ANÁLISE DA DESIDRATAÇÃO DE RESÍDUOS DE PROCESSAMENTO DE MARACUJÁ-AMARELO (PASSIFLORA EDULIS FLAVICARPA) POR MICRO-ONDAS

SILVA, NEITON CARLOS DA; FREITAS, LUÍS VICTOR DANTAS DE; SILVA, THAÍSE CRISTINA DA; RODRIGUES, LORRAYNE MARTINS; DUARTE, CLÁUDIO ROBERTO; BARROZO, MARCOS ANTONIO DE SOUZA;

Artigo Completo:

O Brasil se destaca entre os maiores produtores mundiais de frutas, atividade essa que tem apresentado crescimento nos últimos anos. Ao mesmo tempo, tal expansão tem gerado um aumento na quantidade de resíduos, os quais muitas vezes são subaproveitados. Assim, agregar valor a estes resíduos torna-se de extremo interesse, pois é comprovado que os mesmos podem apresentar grandes quantidades de compostos importantes, como vitaminas e antioxidantes. Dentre os processos para um possível aproveitamento desse material, a desidratação tem se mostrado bastante efetiva, sendo que a utilização de micro-ondas tem se destacado devido ao seu alto desempenho, rapidez e eficiência energética quando comparada aos métodos convencionais. Sendo assim, o objetivo desse trabalho foi realizar a análise da desidratação do resíduo de maracujá por micro-ondas e avaliar os impactos dessa metodologia na remoção de umidade e nos teores de compostos fenólicos, flavonoides, ácido cítrico e ascórbico. Verificou-se que tal metodologia foi bastante eficiente na remoção de umidade, desde que realizada em potências intermediárias, como 480 W e também se mostrou benéfica aos compostos fenólicos, flavonoides e ácido ascórbico, mas produziu degradação do ácido cítrico. Em resumo, o uso de micro-ondas para a desidratação de resíduo de maracujá apresentou um potencial elevado para um possível aproveitamento futuro, desde que realizada sobre potências controladas, maximizando seus efeitos positivos.

Artigo Completo:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/ENEMP2015-SE-536

Referências bibliográficas
  • [1] AJILA, C. M.; BHAT, S. G.; PRASADA RAO, U. J. S. Valuable components of raw and ripe peels from two Indian mango varieties. Food Chemistry, v. 102, p. 1006–1011, 2007.
  • [2] AOAC. Official Methods of Analysis. Association of Official Analytical Chemists, Gaithersburg, MD, 1995.
  • [3] ARBALLO, J. R.; CAMPANONE, L. A.; MASCHERONI, R. H. Modeling of Microwave Drying Fruits. Drying Technology, v. 28, p. 1178-1184, 2010.
  • [4] BOBBIO, F. O; BOBBIO, P. A. Introdução a química de alimentos, 2ª Ed. São Paulo, 1995.
  • [5] BORTOLOTTI, C. T., Estudo Experimental da Fluidodinâmica de Mistura de Resíduo de Acerola e Soja em Leito de Jorro. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química, Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Uberlândia-MG, 2012.
  • [6] CHANG, C. H.; LIN, H. Y.; CHANG, C. Y.; LIU, Y. C. Comparisons on the Antioxidant Properties of Fresh, Freeze-Dried and Hot-Air-Dried Tomatoes. Journal of Food Engineering, v. 77, p. 478-485, 200
  • [7] DATTA, A. K.; ANANTHESWARAN, R.C. Handbook of Microwave Technology for Food Applications; Marcel Dekker: New York, 2001.
  • [8] DORTA, E.; LOBO, M. G.; GONZALEZ, M. Using drying treatments to stabilize mango peel and seed: effect on antioxidant activity. LWT, v. 45, p. 261–268, 2012.
  • [9] GHANEN, N.; MIHOUBI, D.; KECHAOU, N.; MIHOUBI, N. B. Microwave dehydration of three citrus peel cultivars: effect on water and oil capacities, color, shrinkage and total phenols content. Industrial Crops and Products, v. 40, p. 167-177, 2012
  • [10] GUPTA, M.; WONG, W. L. E. Microwaves and metals. Singapore: John Wiley Andamp; Sons (Asia) Pte. Ltd., 2007.
  • [11] IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Produção Agrícola Municipal 2012. Disponível em: https:// www.embrapa.br/mandioca-e-fruticultura/ cultivos/maracuja, acessado em 25 de março de 2015.
  • [12] IBRAF – Instituto Brasileiro de Frutas. Panorama da Cadeia Produtiva das Frutas 2012 e Projeções para 2013. Setembro/2013.
  • [13] LI, Z. ; RAGHAVAN G. S. V.; ORSAT, V.; Optimal power control strategies in microwave drying. Journal of Food Engineering, v. 99, p. 263-268, 2010.
  • [14] MANACH, C.; SCALBERT, A.; MORAND, C.; RÉMÉSY, C.; JIMÉNEZ, L. Polyphenols: food sources and bioavailability. American Journal of Clinical Nutrition, v. 79, n. 5, p. 727-747, 2004.
  • [15] MASKAN, M. Microwave/air and microwave finish drying of banana. Journal of Food Engineering, v. 44, p. 71-78, 2000.
  • [16] METAXAS, A. C., MEREDITH, R. J. Industrial microwave heating. London: Peter Peregrinus Ltd, 1983.
  • [17] MOUSA, N.; FARID, M. Microwave vacuum drying of banana slices. Drying Technology, v. 20, p. 2055-2066, 2002.
  • [18] OLIVEIRA, L. F.; NASCIMENTO, M. R. F.; BORGES, S. V.; RIBEIRO, P. C. N.; RUBACK, V. B. Aproveitamento alternativo da casca do maracujá-amarelo (Passiflora edulis f. var. flavicarpa) para produção de doce em calda. Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas-SP, v. 22(3), p. 259-262, 2002.
  • [19] PEREIRA, F. A.; CARNEIRO, M.R.; ANDRADE, L.M. A cultura do maracujá. Brasília, DF: Embrapa Informações Tecnológicas, 124 p. 2006.
  • [20] PODSEDEK, A. Natural Antioxidants and Antioxidant Capacity of Brassica Vegetables: A review. LWT: Journal of Food Composition and Analysis, v. 40, p.1-11, 2007.
  • [21] REY, L. Fundamental aspects of lyophilization. Aspects Théoriques et Industriels de la Lyophilization. Paris, Hermann, p. 23-43, 1964.
  • [22] SILVA, P. B. Secagem de Resíduos de Frutas em Secador Roto-Aerado. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia-MG, 2014.
  • [23] SINGLETON, V. L.; ROSSI, J. A. Colorimetry of total phenolics with phosphomolibidic_phosphotungistic acid reagents. American Journal of Enology and Viticulture, v. 16, p. 144-158, 1965.
  • [24] VADIVAMBAL, R.; JAYAS, D. S. Non-uniform temperature distribution during microwave heating of food materials — A review. Food and Bioprocess Technology, v.3, p. 161–171, 2010.
  • [25] VENKATESH, M. S.; RAGHAVAN, G. S. V. An Overview of Microwave Processing and Dielectric Properties of Agri-food Materials, Biosystems Engineering, v. 88(1), p. 1-18, 2004.
  • [26] WOLFE, K.; WU, X.; LIU, R. H. Antioxidant activity of apple peels. Journal of Agricultural and Food Chemistry, v. 53, p. 609-614, 2003.
  • [27] ZAREIN, M.; SAMADI, S. H; GHOBADIAN, B. Investigation of microwave dryer effect on energy efficiency during drying of apple slices. Journal of the Saudi Society of Agricultural Sciences, v. 14, p. 41-47, 2015.
  • [28] ZHISHEN, J.; MENGCHENG, T.; JIANMING, W. The Determination of Flavonoid Contents in Mulberry and their Scavenging Effects on Superoxide Radicals. Food Chemistry, v.64, p. 555-559, 1999.
Como citar:

SILVA, NEITON CARLOS DA; FREITAS, LUÍS VICTOR DANTAS DE; SILVA, THAÍSE CRISTINA DA; RODRIGUES, LORRAYNE MARTINS; DUARTE, CLÁUDIO ROBERTO; BARROZO, MARCOS ANTONIO DE SOUZA; "ANÁLISE DA DESIDRATAÇÃO DE RESÍDUOS DE PROCESSAMENTO DE MARACUJÁ-AMARELO (PASSIFLORA EDULIS FLAVICARPA) POR MICRO-ONDAS", p. 1628-1637 . In: In Anais do XXXVII Congresso Brasileiro de Sistemas Particulados - ENEMP 2015 [=Blucher Engineering Proceedings]. São Paulo: Blucher, 2015. . São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/ENEMP2015-SE-536

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações