Resumo - Open Access.

Idioma principal

Ações Interdisciplinares e a Contribuição para a Formação do Olhar Holístico do Profissional de Saúde

Gaião, Bárbara Katiene Magno; Barbosa, Débora Rakel Pegado; Monteiro, Rosana Juliet Silva; Oliveira, Aline Santos de; Galindo, Elizabete M. de V.; Nóbrega, Keise Bastos Gomes da;

Resumo:

INTRODUÇÃO: proporcionar ao estudante a oportunidade de participar, ainda na graduação, de programas e/ou projetos interdisciplinares é fundamental para alimentar no mesmo um caráter empático e holístico sobre o sujeito. como tais programas, o PET-Saúde (Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde) tem como fio condutor a integração ensino-serviço-comunidade, por meios de ações desenvolvidas na atenção primária à saúde e favorece ao estudante o contato com os serviços de saúde, com o território e com os usuários, enfatizando desta forma a prevenção e promoção de saúde que objetivam a qualidade de vida e cidadania dos usuários. Os grupos PET-Saúde são compostos por diversos estudantes da área da saúde, proporcionando a aprendizagem compartilhada e troca de saberes entre suas especificidades. OBJETIVO: este trabalho objetiva enfatizar as ações interdisciplinares no âmbito da saúde, por meio das ações do PET-Saúde, como fator contribuinte para a formação do olhar holístico do profissional de saúde. METODOLOGIA: trata-se de um relato de experiência baseado nas ações do PET-Saúde, programa regulamentado pelo PRO-SAÚDE III do Ministério da Saúde. As ações foram desenvolvidas em uma unidade de saúde da família do distrito IV do município do Recife, no período de novembro de 2012 a janeiro de 2014.RESULTADOS: a formação de um profissional mais humanizado inicia-se a partir da primeira ação realizada pelo grupo PET, o conhecimento do território de abrangência da unidade de saúde da família, por meio desta o estudante, com o auxílio do preceptor, incorpora-se na realidade em que o usuário esta inserido. Os serviços de saúde da unidade, como o acolhimento, as visitas domiciliares, a construção de projetos terapêuticos singulares e a participação nos grupos também contribuem de uma forma singular para a qualificação desses futuros profissionais. Sendo assim essas contribuições favorecem a construção de um profissional mais humanizado que apresentará peculiaridades para trabalhar com equipes e atuar nos diversos níveis de complexidade dos serviços de saúde e dos sujeitos.CONCLUSÕES: o PET-Saúde não é um programa que contempla a todos os estudantes universitários da área da saúde, porém tais estudantes atuam neste como aluno-monitor e desta forma proporcionam a multiplicação dos conhecimentos adquiridos por meio destas experiências aos demais estudantes. Todavia faz-se necessário a implantação de projetos de extensão interdisciplinares nas universidades com o intuito de proporcionar experiências interdisciplinares a uma maior parte desse grupo acadêmico, contribuindo assim para a formação de profissionais capacitados para atuar em quaisquer níveis de atenção, considerando as singularidades, desejos e o contexto em que o usuário está inserido.

Resumo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/medpro-cihhs-10833

Referências bibliográficas
Como citar:

Gaião, Bárbara Katiene Magno; Barbosa, Débora Rakel Pegado; Monteiro, Rosana Juliet Silva; Oliveira, Aline Santos de; Galindo, Elizabete M. de V.; Nóbrega, Keise Bastos Gomes da; "Ações Interdisciplinares e a Contribuição para a Formação do Olhar Holístico do Profissional de Saúde", p. 376 . In: Anais do Congresso Internacional de Humanidades & Humanização em Saúde [= Blucher Medical Proceedings, vol.1, num.2]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2357-7282, DOI 10.5151/medpro-cihhs-10833

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações