dezembro 2014 vol. 1 num. 5 - II Congresso Brasileiro de Medicina Hospitalar

Resumo - Open Access.

Idioma principal

Adesão medicamentosa em pacientes com múltiplas doenças crônicas: um estudo de prevalência em ambulatório de medicina interna de hospital terciário

Borges, F.K.; Londero, T.M.; Oliveira, F.S.; Reznicek, L.; Siqueira, P.Z.; Furlanetto, T.W.;

Resumo:

É freqüente a associação de vários medicamentos para controlar doenças em pacientes crônicos. Contudo, a adesão medicamentosa é variável e os fatores associados diferem, não havendo dados uniformes sobre o assunto. Metodologia: Estudo transversal em pacientes do ambulatório de Medicina Interna de hospital terciário, maiores de 18 anos com duas ou mais doenças crônicas visando estimar a adesão medicamentosa pela Escala de Adesão Medicamentosa de Morisky. Fatores associados a adesão foram avaliados pela regressão de Poisson. O controle das doenças crônicas foi avaliado e definido como alvos atingidos de hipertensão, diabetes e dislipidemia. Resultados: Um total de 170 pacientes (idade média 65±9,8 anos), 61 homens (36%) foram incluídos. Sessenta e sete pacientes possuíam até 4 anos de estudo renda menor que mil reais foi referida por 56 pacientes. O número médio de comorbidades foi 4±1,14, sendo HAS a doença mais prevalente (96,5%), seguido de DM2 (67%). Cada paciente usava 7,5±2,5 medicamentos. A taxa de controle das doenças crônicas mais prevalentes foi: HAS 72% (IC95% 65-79%), DM 53% (IC95% 42–63%) e dislipidemia 51% (IC95% 41–61%). A prevalência de média e alta adesão foi 43%. Os fatores que se associaram independentemente à adesão medicamentosa foram prática de exercício físico RP 1,63 (IC 95% 1,09–2,44 p = 0,017) e idade RP 1,02 (IC 95% 1,00–1,03 p=0,032). Conclusão: Menos da metade dos pacientes do ambulatório de Medicina Interna adere à prescrição médica. É necessário instituir novas estratégias para que os pacientes se beneficiem das prescrições de medicamentos.

Resumo:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/medpro-II-cbmh-083

Referências bibliográficas
Como citar:

Borges, F.K.; Londero, T.M.; Oliveira, F.S.; Reznicek, L.; Siqueira, P.Z.; Furlanetto, T.W.; "Adesão medicamentosa em pacientes com múltiplas doenças crônicas: um estudo de prevalência em ambulatório de medicina interna de hospital terciário", p. 85 . In: . São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2357-7282, DOI 10.5151/medpro-II-cbmh-083

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações