Artigo - Open Access.

Idioma principal

A LOGÍSTICA REVERSA COMO MECANISMO PROMOTOR DO CONSUMO SUSTENTÁVEL: O CASO DA NATURA E DO BOTICÁRIO

Castillo, Leonardo Gómez; Gómez, Carla Regina Pasa;

Artigo:

A logística reversa vem ganhando espaço nas agendas empresariais a partir da Lei de Resíduos Sólidos levando-­‐as a investir em design de produtos atentando para o retorno de seus resíduos, como no caso da Natura e do Boticário com seus programas de logística reversa. A primeira empresa apresenta um fluxo que se inicia com o recolhimento das embalagens vazias pelas consultoras junto à seus clientes. Já o Boticário a coleta inicia com o consumidor devolvendo a embalagem vazia no ponto de coleta localizado no interior da loja. Esta pesquisa busca elucidar o discurso e a prática da logística reversa, demonstrando as diferentes estratégias de design e comunicação. Através da triangulação dos dados confrontou-­‐se a opinião dos consumidores, de distribuidor logístico, de receptor do resíduo para avaliar a percepção da efetividade de tais estratégias. Como resultado apresentam-­‐se o desenho do processo de logística reversa de cada uma das empresas e a percepção dos consumidores frente a efetividade de tais estratégias.

Artigo:

Reverse Logistic has gained space in the corporate agenda since the introduction of Brazilian Solid Waste Law, generating investments in the development of returnable and recyclable products, as in the case of Natura and Boticario. The former proposes a cycle that begins with the collection of used packaging actively involving its customers and sales representatives in the process. The latter proposes the collection of its returnable packaging in specific points located inside its stores. This research seeks to analyze the practice of inverse logistics, showing the effectiveness of two different strategies, resulting in the design of the process and the consumer’s perception of such strategies.

Palavras-chave: logística reversa, consumo sustentável, embalagens, Natura, Boticário, reverse logistics, design for sustainability, packaging,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/designpro-ped-00369

Referências bibliográficas
  • [1] ADLMAIER, D.; SELLITO, M. A. 2007. Embalagens retornáveis para transporte de bens manufaturados: um estudo de caso em logística reversa. Produção. v. 17, n. 2, p. 395-406, Maio/Ago.
  • [2] BOTICÁRIO. 201 Relatório de Sustentabilidade 201 Disponível em http://hotsites.grupoboticario.com.br/sustentabilidade/ Acessado em 15 de junho de 2013. Boticário. www.boticario.com.br/
  • [3] CÉSAR, F. L. G.; SACOMANO NETO, M.; FARAH, O. E. 2007. Logística Reversa Integrada. In Anais... X Seminário em Administração - SEMEAD. São Paulo: FEA-USP.
  • [4] CORRÊA, Ana Paula M. 2013. O papel dos stakeholders para a efetivação da Logística Reversa: o caso do programa “Mundo Limpo, Vida Melhor”. Dissertação. Programa de Pós-Graduação em Administração. Universidade Federal de Pernambuco. 2013.
  • [5] FREITAS, G. K. A. de; Leão, A. L. M. de S. 2012. Concepção da Netnografia da Comunicação: Uma Abordagem Aplicada à Pesquisa em Administração.GESTÃO.Org – Vol. 10, No 02, p.211 – 228, maio/ago.. 2012
  • [6] FONTANELLA, B.J.B.; RICAS, J.; TURATO, E.R. 2008. Amostragem por saturação em pesquisas qualitativas em saúde: contribuições teóricas. Cadernos de Saúde Pública. vol.24 no.1 Rio de Janeiro Jan.
  • [7] Guinter Pauli. 1996. Emissão Zero a Busca de Novos Paradigmas. Porto Alegre: Editora da PUC- RS,
  • [8] HAWKEN, P.; LOVINS, A.; LOVINS, H. 1999. Natural Capitalism: creating the next industrial revolution. Little Brown – USA, 1999.
  • [9] Instituto Ethos e Fundação Avina. 2007. Vínculos de Negócios Sustentáveis em Resíduos Sólidos. São Paulo, 2007. Disponível em http://www3.ethos.org.br/wp-content/uploads/2012/12/04_.pdf Acessado em 15 de maio de 2013.
  • [10] KRUGLIANSKAS, I.; ALIGLERI, L.; ALIGLERI, L. A. 2009. Gestão socioambiental: responsabilidade e sustentabilidade do negócio. São Paulo: Atlas.
  • [11] LEÃO, A. L. M. S.; MELLO, S. C. B. 2007. Apresentando a etnografia comunicação ao campo de pesquisa em administração. In: Encontro de Ensino e Pesquisa em Administração e Contabilidade, 1, 2007, Recife. Anais... Recife: ANPAD.
  • [12] LEITE, P. R. 2009. Logística Reversa: Meio Ambiente e Competitividade. São Paulo: Editora Pearson Education do Brasil, 2009.
  • [13] MONTARDO, S. P.; PASSERINO, L. 2006. Estudo dos blogs a partir da netnografia: possibilidades e limitações. Revista RENOTE - Novas Tecnologias na Educação, v.4, n.2, p.1-10.
  • [14] _____. 2002. Logística reversa: nova área da logística empresarial. Tecnologística, Ano VII, n. 78, pp. 102-109.
  • [15] ORTIGOZA, S. CORTEZ, A.T.(orgs.) 2009. Da produção ao consumo. Os impactos socioambientais no espaço urbano. São Paulo: Cultura Acadêmica, Relatório Natura 2012. Disponível http://relatorio.natura.com.br/relatorio/node/65 Natura (http://www.natura.net/br/index.html)
  • [16] ROGERS, D. S.; TIBBEN-LEMBKE, Ronald. S. 2010. Going Backwards: Reverse Logistics Practice. University of Nevada, Reno – Center for Logistics Management, 1999, p. 283. Disponível em: Andlt; http://www.rlec.org/reverse.pdf Andgt;. Acesso em: ago 2010.
Como citar:

Castillo, Leonardo Gómez; Gómez, Carla Regina Pasa; "A LOGÍSTICA REVERSA COMO MECANISMO PROMOTOR DO CONSUMO SUSTENTÁVEL: O CASO DA NATURA E DO BOTICÁRIO", p. 1032-1043 . In: Anais do 11º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 1, n. 4]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/designpro-ped-00369

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações