Artigo - Open Access.

Idioma principal

A Intersecção Da Autoridade Entre Estado E Religião

Souza, Franciele Vaz de;

Artigo:

Ao aproximar as teorias de Maquiavel e Lutero, o trabalho tem como objetivo delimitar a relação de poder entre o Estado e a Igreja: em seu tratado sobre O príncipe, Maquiavel defende a supremacia do homem sobre a religião; nos textos sobre Da liberdade do cristão e Sobre a autoridade secular, Lutero defende a preeminência do governo espiritual sobre o terreno. O presente trabalho tem como foco colocar em equiparação essas duas alçadas de autoridade. Maquiavel, como chanceler da República de Florença, estava situado numa condição de justificar o poder sem precedentes conferido ao homem; posteriormente, já destituído de seu cargo, defende a centralização do poder em uma só pessoa, como forma de governo mais indicada para defender as cidades-Estado italianas das constantes invasões, para evitar, assim, maior instabilidade – e consequente fragilidade – dos inúmeros reinados espalhados pelo território italiano. É possível perceber que, ao depositar no homem toda a confiança, Maquiavel coloca em segundo plano a intervenção da Igreja Católica nos assuntos de governo. Também descrê da sorte ou da fortuna como medida eficiente para se manter à frente do poder. Em contrapartida, Lutero defende o predomínio da autoridade eclesiástica sobre a autoridade secular, ou seja, que o governo divino, espiritual e eterno esteja num patamar superior quando comparado a preceitos mundanos e corruptíveis, do âmbito de um príncipe terreno.

Artigo:

Palavras-chave: Estado, Igreja, Autoridade, Vínculo,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/phipro-sofia-015

Referências bibliográficas
  • [1] LUTERO, Martinho. Da Liberdade do Cristão: prefácios à Bíblia. Tradução de Erlon José Paschoal. São Paulo: Editora UNESP, 1998.
  • [2] ______. Sobre a Autoridade Secular. Tradução de Hélio de Marco Leite de Barros, Carlos Eduardo Silveira Matos. 2° Ed . São Paulo: Martins Fontes, 2005.
  • [3] MAQUIAVEL, Nicolau. O Príncipe. Tradução de de Lívio Xavier. 3ª Ed. São Paulo: Abril Cultural, 198 (Os Pensadores).
  • [4] SKINNER, Quentin. As Fundações do Pensamento Político Moderno. Tradução de Renato Janine Ribeiro e Laura Teixeira Motta. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.
Como citar:

Souza, Franciele Vaz de; "A Intersecção Da Autoridade Entre Estado E Religião", p. 117-123 . In: Anais da VIII Semana de Orientação Filosófica e Acadêmica [= Blucher Philosophy Proceedings, n.1, v.1]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2358-6567, DOI 10.5151/phipro-sofia-015

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações