Resumo - Open Access.

Idioma principal

A Importância de Redes de Ajuda no Desenvolvimento de Projetos de Humanização e Qualidade de Vida para Colaboradores

Zimmermann, Jussara Siqueira de Oliveira; Lamana, Adorinda Gabriel;

Resumo:

INTRODUÇÃO a qualidade de vida no trabalho faz com que o colaborador se sinta bem em seu ambiente laboral, essa sensação de bem estar reflete positivamente em sua saúde física e mental, que está diretamente relacionada à produtividade e qualidade do trabalho prestado. Investir em projetos de caráter humanizador para funcionários pode trazer vantagens às instituições, reduzindo o índice de absenteísmo e melhorando os relacionamentos interpessoais, no entanto, a falta de recursos financeiros se mostra como empecilho para que algumas empresas desenvolvam projetos de qualidade de vida no trabalho. OBJETIVO Criar uma rede de apoio para o desenvolvimento de programas e projetos que possam ser desenvolvidos sem investimentos financeiros diretos, tendo como foco principal a humanização e a qualidade de vida para os colaboradores de uma instituição hospitalar pediátrica terciária. METODOLOGIA As etapas para a ampliação e consolidação dos Programas de Humanização e Qualidade de Vida no Trabalho realizados em uma instituição de saúde foram as seguintes: (1) conhecer o contexto institucional, buscando informações sobre o perfil dos colaboradores e necessidades relacionadas à qualidade de vida laboral. Essas informações poderão ser embasadas em análises de pesquisas de clima organizacional, perfis epidemiológicos institucionais, relatos em ouvidorias internas, rodas de conversas, entre outros; (2) pesquisar e analisar as iniciativas de empresas de referência no mercado que possam atender as demandas institucionais levantadas inicialmente; (3) buscar apoio de grupos de voluntários e associações que desenvolvam projetos socioculturais que possam ser implantados na instituição de forma gratuita; (4) divulgar e implantar projetos buscando o apoio da equipe de gestores na divulgação e incentivo de participação dos membros da equipe; (5) avaliar e analisar o impacto das iniciativas a satisfação dos participantes. RESULTADOS Entre março de 2011 e dezembro de 2013 foram implantados 34 programas de humanização e qualidade de vida para colaboradores sem que houvesse investimento financeiro de custeio desses projetos pela instituição. Entre esses, podemos destacar os seguintes projetos desenvolvidos gratuitamente nas dependências do hospital: Mãos que Cuidam – desenvolvido inicialmente no Hospital Emílio Ribas, conta com massoterapeutas que atendem os colaboradores durante a jornada de trabalho; Semeadores de Livros – distribuição de livros doados por uma empresa de incentivo à cultura; Yoga – aulas ministradas por uma voluntária, nas dependências da Instituição; Oficina de Meditação – ministrada por voluntários durante o horário de almoço. CONCLUSÃO a rede de ajuda no desenvolvimento de projetos sem investimentos financeiros se mostrou fundamental na experiência vivenciada na instituição. Fica clara a necessidade de ampliação de projetos que possam contar com voluntários e apoiadores no desenvolvimento de novas atividades para os colaboradores do hospital.

Resumo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/medpro-cihhs-10829

Referências bibliográficas
Como citar:

Zimmermann, Jussara Siqueira de Oliveira; Lamana, Adorinda Gabriel; "A Importância de Redes de Ajuda no Desenvolvimento de Projetos de Humanização e Qualidade de Vida para Colaboradores", p. 374 . In: Anais do Congresso Internacional de Humanidades & Humanização em Saúde [= Blucher Medical Proceedings, vol.1, num.2]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2357-7282, DOI 10.5151/medpro-cihhs-10829

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações