Artigo - Open Access.

Idioma principal

A COR DO INFINITO E A BELEZA INATINGÍVEL: SOBRE A FUNÇÃO SIMBÓLICA DO AZUL EM EMBALAGENS DE ALIMENTO

Pereira, Carla Patrícia de Araújo;

Artigo:

Este artigo analisa a função simbólica da cor azul no design de embalagens de alimentos, a partir de um conjunto de 612 embalagens comercializadas em supermercados. Foi observado que, sem corresponder à cor dos alimentos em nenhuma embalagem da amostra, o azul foi a segunda cor mais recorrente nos designs. Seu papel mais frequente nas embalagens foi o de indicar características nutricionais específicas vinculadas ao conceito de alimentação saudável, simbolizando a ideia de moderação, temperança e racionalidade. O estudo mostra que a formação do significado baseia-se na relação de oposição que se estabelece entre o azul e as cores quentes características do universo dos alimentos. Conclui- se que essa mudança do padrão cromático identificada pela pesquisa reflete a ascendência do discurso científico vinculado à alimentação, contexto em que o azul das embalagens representa conceitos de saúde e beleza promovidos pela sociedade nos dias de hoje, integrando um processo mais amplo de propagação de valores e símbolos.

Artigo:

This paper analyzes the symbolic function of blue color in food packaging design, starting from a group of 612 packages commercialized in supermarkets. It was observed that, without match the color of the food in any sample packing, the blue was the second most recurring color in designs. His most frequent role in packaging was to indicate specific nutritional characteristics linked to the concept of healthy eating, symbolizing the idea of moderation, self-control and rationality. The study shows that the formation of the meaning is based on the relationship of opposition between the blue and the warm colors features of the universe of food. It is concluded that this change of chromatic pattern identified in the survey reflects the ascendancy of the scientific discourse tied to feeding, context in which the blue packaging represents health and beauty concepts promoted by the society these days, as part of a wider process of spreading values and symbols.

Palavras-chave: semiótica, embalagens de alimentos, cor (simbolismo)., semiotics, food packaging, color (symbolism).,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/designpro-ped-00644

Referências bibliográficas
  • [1] BIRREN, Faber. Color psychology and color therapy. New York: McGraw-Hill Book Company, 1950.
  • [2] CATHELAT, Bernard. Publicité et societé. Paris: Éditions Payot, 1968.
  • [3] DANGER, Eric P. A cor na comunicação. (trad.) Ilza M. de Sá. Rio de Janeiro: Forum, 197
  • [4] DUBOIS, Jean; GIACOMO, Mathée; GUESPIN, Louis. Dicionário de lingüística geral. (trad.) Izidoro Blikstein. 9ª ed. São Paulo: Cultrix, 200
  • [5] FAVRE, Jean-Paul; NOVEMBER, André. Color and und et communication. Zurich: ABC Verlag, 1979.
  • [6] FISCHLER, Claude. L''homnivore: le goût, la cuisine et le corps . Paris: Odile Jacob, 2001.
  • [7] GOETHE, J. W. Doutrina das cores. (trad.) Marco Giannotti. São Paulo: Nova Alexandria, 1993.
  • [8] GROUPE µ. Tratado del signo visual: para una retórica de la imagem. Madrid: Catedra, 1993.
  • [9] HELLER, Eva. Psicología del color: cómo actúan los colores sobre los sentimientos y la razón. (trad.) Joaquín C Mielke. Barcelona: Gustavo Gili, 2004.
  • [10] KANDINSKY, Wassily. Do espiritual na arte. (trad.) Álvaro Cabral e Antônio de P. Danesi. São Paulo: Matins Fontes, 2000.
  • [11] PASTOUREAU, Michel. Bleu: histoire d''une couleur. S.l.: Éditions du Seuil, 2000.
  • [12] _______. Dicionário das cores do nosso tempo: simbólica e sociedade. (trad.) Maria José Figueiredo. Lisboa: Editorial Estampa, 1993.
  • [13] PEIRCE, C. S. Semiótica. 2.ed. São Paulo: Perspectiva, 1995.
  • [14] SAUSSURE, F. Curso de linguística geral. 27.ed. São Paulo : Cultrix, 2006.
Como citar:

Pereira, Carla Patrícia de Araújo; "A COR DO INFINITO E A BELEZA INATINGÍVEL: SOBRE A FUNÇÃO SIMBÓLICA DO AZUL EM EMBALAGENS DE ALIMENTO", p. 58-66 . In: Anais do 11º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 1, n. 4]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/designpro-ped-00644

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações